Yeda nomeia secretário interino da Agricultura no RS

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), optou por uma solução provisória para preencher o cargo de secretário da Agricultura, que ficou vago depois que o escolhido, o deputado estadual Jerônimo Goergen (PP), desistiu de assumir a função, na semana passada. O titular do recém-criado Gabinete de Relações Institucionais, Celso Bernardi (PP), irá acumular também a Agricultura até a escolha do novo secretário. Bernardi foi deputado estadual na década de 1980 e federal em 1990. Presidiu o PP no Rio Grande do Sul por mais de dez anos. Goergen desistiu de assumir por discordar do pacote de medidas que Yeda pretendia implantar na largada do governo, prevendo aumento de impostos. As medidas foram rejeitadas pela Assembléia em votação na última sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.