Yeda: Fazenda sinaliza liberação de R$ 200 mi para RS

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), disse hoje que o Ministério da Fazenda sinalizou a liberação, nos próximos dias, de R$ 200 milhões para aliviar o caixa do Estado. Segundo ela, esses recursos virão de créditos que o governo gaúcho tem junto a instituições financeiras federais, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, mas a que o Estado não tem acesso porque a relação entre a dívida e a receita não permite. O Tesouro Nacional deve dar o aval à operação.Yeda disse que também foi discutido hoje com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a renegociação da dívida do Estado por meio de um empréstimo de R$ 1 bilhão do Banco Mundial. Embora não tenha associado diretamente as negociações à votação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) no Senado, Yeda Crusius disse que a presença de senadores gaúchos na reunião mostra o peso deles na votação."É óbvio que o peso deles na votação da CPMF faz diferença", afirmou a governadora. O senador Pedro Simon (PMDB-RS) não quis informar se mudará o seu voto para apoiar a prorrogação da CPMF no plenário do Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.