Yeda associa crise a ações de ministro

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), associou a crise de seu governo a supostas ações do ministro da Justiça, Tarso Genro, virtual candidato do PT à sua sucessão em 2010 no Estado. Em nota, o Ministério da Justiça disse que a Polícia Federal age a partir de mandados do Poder Judiciário e não intervém em polêmicas políticas ou assume posição nos debates entre partidos e personalidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.