Yanomami é classificado de ?povo perverso?

A tribo Yanomami foi considerada, em um programa transmitido na última quarta-feira na rede de televisão britânica BBC, como "o povo mais perverso da terra". O comentário foi feito por Dirk Wittenborn, autor do livro "Povo Temido", e está gerando protestos por parte de organizações não-governamentais (ongs) que protegem os direitos dos indígenas. Para a ong britânica Survival, o comentário, considerado como racista, prejudica a própria tribo e a tentativa de organizações de promover a defesa de seus intereses. "Vamos apresentar uma queixa formal contra a BBC", afirma a ong. A informação divulgada pela BBC tem como base a pesquisa do antropólogo Napoleon Chagnon sobre as características dos Yanomamis e que acabou gerando muita crítica por parte dos demais cientistas. A caracterização da tribo como formada por pessoas perversas vem se difundindo na Europa nos últimos anos e, como consequência, o governo britânico rejeitou dar uma ajuda financeira a um projeto de educação para os Yanomamis. Londres argumentou que os projetos envolvendo a tribo deveriam ter como prioridade reduzir a violência dentro da própria comunidade indígena. Agora, com o livro de Wittenborn, as ongs acreditam que a situação dos Yanomamis pode piorar ainda mais.Nos últimos dez anos, 20% dos Yanomamis foram mortos por doenças e pelo envenenamento causado pelo mercúrio usado no garimpo. Além disso, parte da população indígena sofre com as invasões por parte de fazendeiros e por companhias interesadas na madeira da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.