Wilma Faria: Renan afastado é melhor para o Senado

A governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria (PSB), afirmou hoje que o Senado está em um momento difícil e o País sofre muito. "As nossas instituições estão carentes de credibilidade. Se o Renan (Calheiros, presidente do Senado) for afastado é melhor para o Senado", afirmou ela, após apresentação para investidores no Conselho das Américas, em Nova York. A paralisia do Senado, em conseqüência da crise que atinge Calheiros, obrigou Wilma de Faria a adiar a assinatura de dois contratos de financiamento com o Banco Mundial (Bird). "O Bird já aprovou, mas a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) teria de aprovar", explicou. "Iríamos para Washington ainda esta semana, mas não poderemos assinar agora por causa do Senado", acrescentou. A governadora acredita que a assinatura sairá apenas no próximo mês e os procedimentos devem ser feitos no Brasil. Segundo Wilma, há dois contratos pendentes. Um para financiamento destinado para construção de adutoras no semi-árido e outro para o combate à pobreza rural.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.