Wanderval vai recorrer da decisão do Conselho de Ética

Após a decisão do Conselho de Ética de recomendar a cassação do deputado Wanderval Santos (PL-SP), o deputado afirmou que vai recorrer à Comissão de Constituição e Justiça. "Se for necessário, vou recorrer também ao Supremo Tribunal Federal", salientou Wanderval, que teria recebido R$ 150 mil do esquema do valerioduto.Segundo informou a Agência Câmara, a defesa do deputado afirmou que o parecer do conselho abordou fatos não mencionados na representação encaminhada ao conselho pela Mesa Diretora, e que Wanderval não teve oportunidade para se defender desses fatos porque eles só apareceram após a apresentação de documentos e dos depoimentos das testemunhas de defesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.