Waldomiro será investigado por improbidade administrativa

O ex-subchefe de Assuntos Parlamentares da Presidência da República Waldomiro Diniz da Silva será investigado por improbidade administrativa pela Promotoria de Tutela Coletiva do Ministério Publico Estadual. Os promotores vão apurar detalhes sobre a relação dele com o bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, quando Waldomiro era presidente da Loteria do Estado do Rio de Janeiro. Na época, Cachoeira teria alterado um edital de licitação da Loterj.Waldomiro já passava por investigação criminal na Primeira Central de Inquérito por ter apresentado "declarações conflitantes" no inquérito que investiga a atuação dos bingos no Estado. A promotora Lílian Pinho havia solicitado os critérios usados pela Loterj para permitir o funcionamento das casas de jogo e quais bingos tinham autorização vigente.A assessoria de imprensa do órgão informou que Waldomiro havia dado informações diferentes ao Ministério Público e ao 2.º Juizado Especial Criminal, sem detalhar, no entanto, as declarações. A Loterj é responsável pela autorização e fiscalização dos bingos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.