Waldomiro pode não se manifestar hoje, diz advogado

O advogado Luiz Guilherme Vieira, que trabalha na defesa do ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República, Waldomiro Diniz, esteve hoje na Superintendência da Polícia Federal para tomar conhecimento do processo. Vieira disse que a defesa não será fatiada e que Waldomiro falará no momento que achar oportuno, já que é um direito dele. Ou seja, o acusado pode não dar declarações hoje e falar somente na Justiça.O advogado disse não ter dúvidas de que Waldomiro sairá vitorioso ao final das investigações. Segundo ele, seu cliente está com "a alma quebrada, tentando recolher os cacos". Vieira disse ainda que Waldomiro está em Brasília à disposição da Justiça e que só saiu uma vez, quando viajou para o Rio de Janeiro para prestar depoimento.Waldomiro tem dois depoimentos agendados para hoje. O primeiro às 16 horas, sobre as denúncias relativas ao pedido de propina para o bicheiro Carlos Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e o segundo às 17h30, sobre as denúncias de irregularidades na Loterj.

Agencia Estado,

02 de março de 2004 | 10h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.