Waldomiro Diniz chega de táxi para depor na Polícia Federal

O ex-assesor da Presidência da República Waldomiro Diniz está depondo na Superintendência da Polícia Federal, no inquérito instaurado para investigar irregularidades que teriam sido praticadas por ele em 2001 e 2002,quando ele presidiu Loterj. Diniz chegou à PF de táxi e não quis fazer declarações à imprensa.Em seguida, o delegado Antônio César Nunes, que comando o inquérito, vai inquiri-lo tambémnum segundo inquérito, este aberto para apurar a denúncia do bicheiro Carlos Ramos, o Carlinhos Cachoeira, de que WaldomiroDiniz tentou extorqui-lo para arrecadar dinheiro para si próprio e para financiamento de campanhas de diversos candidatos do PT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.