Antonio Augusto / Câmara dos Deputados
Antonio Augusto / Câmara dos Deputados

Waldir Maranhão visita Cunha na residência oficial da presidência da Câmara

Presidentes afastado e interino da Casa se reuniram por cerca de duas horas; peregrinação de aliados ao local é intensa desde a quinta-feira

Valmar Hupsel Filho, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2016 | 19h50

BRASÍLIA - O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), visitou nesta sexta-feira, 6, o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na residência oficial da presidência da Casa. O peemedebista está confinado no local desde a quinta-feira, 5, quando o Supremo Tribunal Federal decidiu seu afastamento. Os dois se reuniram por cerca de duas horas.

Aliado de Cunha, Maranhão chegou à residência oficial no carro da presidência, seguido por um batedor. Ele participou de uma reunião com outros aliados de Cunha, entre eles o deputado Fábio Garcia (PSB-MT). Maranhão entrou e saiu sem falar com a imprensa.

No início da tarde, Cunha recebeu o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) para uma conversa. Eles almoçaram e, segundo o deputado, conversaram sobre economia e comissões na Câmara pelas quais o peemedebista tem interesse.

Na quinta à noite, após a decisão do plenário do Supremo, que decidiu por unanimidade pelo afastamento de Cunha, a residência oficial se transformou em local de peregrinação de aliados. Estiveram com ele os deputados Beto Mansur (PRB-SP), Lúcio Vieira Lima (PMDB-RJ), entre outros.

Os aliados que tiveram com Cunha nos últimos dois dias disseram que ele está mais calado que o normal, fazendo apenas breves comentários nas conversas e evitando falar sobre o afastamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.