'Vou fazer uma peregrinação pelas obras do PAC', diz Lula

Presidente diz estar animado com o que chamou de 'momento excepcional' e vai intensificar viagens

VERA ROSA E TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2008 | 14h20

Animado com o que chamou de "momento excepcional" vivido pelo País, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que intensificará as visitas às obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nos próximos meses. "Vou fazer uma peregrinação pelas obras do PAC neste ano", afirmou o presidente, durante encontro com empresários, no Palácio do Planalto, para apresentar o projeto de reforma tributária. Na avaliação do presidente, a maioria dos investimentos previstos no PAC vai "desabrochar" em abril.À platéia formada por pesos pesados da indústria, Lula fez questão de lembrar que, quando o PAC foi lançado, em 2007, a resistência ao programa era muito grande. "Não houve quem não desacreditasse", disse. "Todos diziam assim: Ih, vai ser mais um programa! Já lançaram tantos."Lula visitará as obras do PAC acompanhado da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que coordena o projeto. Ela é uma das pré-candidatas do PT à sucessão de Lula, em 2010. Na cerimônia de hoje, o presidente disse que o Brasil não pode permitir que "picuinhas" de ano eleitoral atrapalhem a reforma tributária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.