Voto de indecisos pode decidir eleição, diz Aécio

O senador eleito por Minas Gerais Aécio Neves (PSDB) disse hoje, em Salvador, acreditar que "existe um movimento silencioso" no Brasil, formado por eleitores indecisos, que pode dar a vitória ao candidato à Presidência de seu partido, José Serra, na eleição do domingo. "Existe uma grande quantidade de pessoas que não votou nem em Serra nem em Dilma (Rousseff, do PT) no primeiro turno e que ainda não definiu seu voto", avalia.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

26 de outubro de 2010 | 15h32

"Essa parcela do eleitorado, em torno de 20%, atua como pêndulo, ora propenso a votar no candidato da oposição, ora no do governo, e vai definir seu voto nesses últimos dias. É agora que esse eleitor está fixando sua atenção no processo eleitoral", disse.

Para ele, a semana final de campanha deve ser a mais decisiva para o resultado. "Estamos em um grande mutirão, com os companheiros viajando pelas regiões do País, com muito trabalho, levando nossas propostas", afirmou. "Estive em oito Estados nos últimos oito dias, em lugares onde os companheiros acham que a nossa presença pode, de alguma forma, trazer confiança e agora temos uma longa agenda de viagens dentro de Minas Gerais. Além disso, temos um debate e os últimos dias de programas eleitorais."

Aécio também analisou o debate entre os presidenciáveis promovido pela Rede Record na noite de ontem. "Foi, talvez, o mais duro dos debates, mas o Serra foi extremamente contundente, firme, e saiu em vantagem", acredita. "Ela (Dilma) tem tido dificuldade para explicar seu envolvimento em questões graves que a rodeiam."

No fim da manhã, Aécio participou de uma reunião com lideranças regionais dos partidos que apoiam a candidatura de Serra, como DEM e PPS. Em seguida, foi a Feira de Santana, segundo maior município baiano, onde realiza uma carreata à tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.