Votações no Senado devem ser retomadas na próxima semana

Oposição e governo devem retomar na próxima semana as votações no Senado que foram paralisadas nesta quarta-feira, por conta do clima de acirramento político provocado pela crise na segurança pública de São Paulo. O líder da Minoria, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), disse que a produção legislativa não pode ser comprometida, apesar do "desatino" do ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, que responsabilizou, em entrevista no Congresso, "o governo do sr. Alckmin" pela onda de violência e atentados. "Mas não pretendemos obstruir a pauta", afirmou Dias. Também o senador Romero Jucá (PMDB-RR), que está na liderança do governo no Senado, previu a retomada do acordo na próxima semana para o prosseguimento das votações na próxima semana. "É preciso que a disputa eleitoral fique nas ruas", disse Jucá. E alfinetou o PSDB e o PFL ao comentar a obstrução das votações pelos oposicionistas depois das declarações de Tarso Genro: "Quem está perdendo nas pesquisas fica mais exaltado", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.