Votação sobre tabela do IR depende de líderes

O presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), disse hoje que conversará amanhã com os líderes partidários sobre a possibilidade de votar, antes do recesso parlamentar, o projeto que corrige a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física. "Essa votação dependerá da ação dos líderes", disse Neves. Ele informou também que dependendo do quórum de hoje à tarde poderá colocar em votação três propostas de emendas à Constituição: a que restringe a imunidade parlamentar (votação em segundo turno); a que trata da cobrança da taxa de iluminação pública; e a que estabelece a participação de capital estrangeiro nas empresas de comunicação. Aécio deve convocar também para hoje uma sessão extraordinária para apreciação de projetos como o que libera recursos para os salários dos professores universitários e servidores do INSS e o que trata do aperfeiçoamento do sistema de urnas eletrônicas. Os trabalhos do Legislativo deverão se estender, segundo o presidente da Câmara, até 21 de dezembro, para que o Congresso conclua a votação do orçamento da União. "Não vejo necessidade de convocação extraordinária em janeiro", disse Aécio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.