Votação sobre novos partidos será na terça, diz Renan

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), avisou nesta quarta-feira que o projeto de lei que inibe a criação de partidos políticos será votado apenas na próxima terça-feira, 30. Renan disse que, como não há o apoio unânime dos senadores, a matéria será analisada depois. "Nós só poderíamos votar o mérito com a unanimidade da Casa, como não há unanimidade, deixaremos para a semana que vem", afirmou.

RICARDO BRITO, Agência Estado

24 Abril 2013 | 20h13

No momento, os senadores discutem o requerimento apresentado pelo vice-líder do governo e líder do PTB no Senado, Gim Argello (DF), que pede urgência à proposta. Se for aprovado, o texto não precisaria passar pelas comissões temáticas e seria apreciado diretamente em plenário.

A proposta, cuja votação na Câmara dos Deputados foi concluída nesta terça-feira, 23, é vista como uma tentativa de prejudicar a candidatura de prováveis adversários da presidente Dilma Rousseff nas eleições de 2014, como a ex-senadora Marina Silva e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Mais conteúdo sobre:
novos partidos Senado Renan

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.