Votação 'perde' para jogo

Enquanto o Congresso apreciava a pauta-bomba e parlamentares se revezavam na tribuna em defesa da derrubada do veto referente ao reajuste do Judiciário, deputados e senadores lotavam na noite de ontem a sala do cafezinho para acompanhar o jogo da seleção brasileira contra o Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Dos parlamentares “boleiros”, só o senador Romário (PSB-RJ) ignorou completamente o evento. “É jogo de quem?”, respondeu o senador.

Daiene Cardoso e Ricardo Brito, O Estado de S.Paulo

18 Novembro 2015 | 07h35

Um grupo de pelo menos 50 parlamentares, entre senadores e deputados, se espremeram diante de uma TV de tela plana alheios ao que o plenário discutia. Nem os gritos dos servidores que acompanhavam a sessão do Congresso de um telão instalado no Salão Verde da Câmara atrapalhavam quem acompanhava a vitória da seleção por 3 a zero.

Na torcida vip do Congresso, não havia separação entre governistas e oposicionistas. Quando o primeiro gol saiu, o grupo conteve os gritos e se limitou a aplaudir. / D.C. e R.B.

Mais conteúdo sobre:
Peru Copa do Mundo Romário

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.