Votação do Orçamento depende agora de acordo sobre Lei Kandir

A Comissão Mista de Orçamento do Congresso terminou a votação do 8º e do 9º relatórios setoriais sobre o Orçamento Geral da União para 2005, mas a votação foi suspensa por obstrução da oposição, que agora só aceita retomar a votação após a conclusão da reunião do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, com diversos governadores para discutir o aumento de recursos para o Fundo da Lei Kandir, que serve para ressarcir os Estados das perdas com isenções de tributos para produtos de exportação. O coordenador da bancada do PT na Comissão, deputado Gilmar Machado (MG), disse que vai fazer todas as pressões possíveis para que a votação do décimo e último relatório setorial seja realizada ainda hoje. "Votar um ou nove é o mesmo que nada", sustentou Machado, referindo-se à interrupção do processo de tramitação do Orçamento. É que, só após a votação dos dez relatórios setoriais poderá ser votado o relatório geral do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que posteriormente ainda terá que ser aprovado pelo plenário do Congresso, o que está previsto para os dias 29 e 30 deste mes.O presidente da Comissão, deputado Paulo Bernardo (PT-PR), já se retirou da sala de reuniões e foi ao Ministério da Fazenda para participar do encontro de Palocci com os governadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.