Votação de projeto do terrorismo na Câmara é adiada

Sessão que apreciaria o projeto de Lei que tipifica e estabelece punições para crimes de terrorismo ficará para a próxima semana devido a ausência do relator, deputado Arthut Maia

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2015 | 13h01

BRASÍLIA - A votação na Câmara dos Deputados do projeto de Lei que tipifica e estabelece punições para crimes de terrorismo no Brasil foi adiada nesta quinta-feira, 11, para a próxima semana, em razão da ausência do relator da matéria, deputado Arthur Maia (SD-BA). A matéria já foi aprovada pelo Senado e estava prevista para ser votada pelo plenário da Câmara nesta quinta.

 

A proposta de adiar a votação foi feita pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMBD-RJ), que comunicou a ausência do relator. Segundo o peemedebista, Maia alegou que não foi comunicado da votação e não está em Brasília hoje. A votação deve ficar somente para depois de terça-feira, 17, quando haverá sessão do Congresso Nacional para analisar os vetos presidenciais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.