Votação da Copel é reiniciada

A sessão da Assembléia Legislativa do Paraná que vota a autorização para a venda da Copel foi reiniciada no começo da madrugada de hoje, depois de ficar suspensa por duas horas. Logo que o primeiro deputado subiu à tribuna para discursar, houve uma denúncia de que policiais militares estavam no saguão da Assembléia. Os deputados saíram e encontraram o saguão tomado pela Tropa de Choque da Polícia Militar, fortemente armada."Isto é um atentado contra a democracia", gritou o corregedor da assembléia, deputado Caíto Quintana. "Nós temos que votar com liberdade, sem pressão e sem guarnição." Os policiais deixaram o saguão da Assembléia com a intereferência do deputado da Casa, deputado Hermas Brandão (PTB). Depois desse imprevisto, a sessão foi retomada. A pedido de deputados da situação, ela foi postergada até às 7 horas da manhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.