Volta de Dilma ao Senado pode ser votada nesta quarta-feira

Ministra esteve no senado na semana passada, quando respondeu a perguntas sobre PAC e o dossiê

Agência Estado

13 de maio de 2008 | 13h57

missão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) pode aprovar a votação do requerimento do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) que solicita a convocação da ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, para depor novamente no Senado nesta quarta-feira, 14. A ministra esteve no senado na semana passada, quando respondeu a perguntas sobre o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o dossiê sobre gastos sigilosos do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso - na ocasião, ela atendia à convocação feita pela Comissão de Serviços de Infra-Estrutura (CI).   Veja também: CPI aprova perícia em computador de assessor de tucano Veja o dossiê com dados do ex-presidente FHC  Entenda a crise dos cartões corporativos  Dossiê FHC: o que dizem governo e oposição Oposição anuncia nova ofensiva para levar Dilma à CPI Defesa de acusado de fazer o dossiê irá mirar braço direito de Dilma   Desta vez, o requerimento é do senador Arthur Virgílio, e trata apenas da questão do dossiê. A reunião da CCJ está marcada para amanhã, na sala 3 da Ala Alexandre Costa, a partir das 10 horas da manhã.    A CPI dos Cartões aprovou nesta terça a convocação do secretário de Controle Interno da Casa Civil, José Aparecido Nunes Pires, e de André Fernandes, assessor do senador Álvaro Dias (PSDB-PR). Aparecido foi o responsável pelo envio para André de arquivo eletrônico com cópia da planilha preparada no Planalto com gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e da ex-primeira-dama Ruth Cardoso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.