Visitação pública tem início no velório de Alencar

O cerimonial do governo de Minas Gerais abriu, às 11h06, a visitação pública para o velório do ex-vice-presidente da República José Alencar, no Palácio da Liberdade, na região central de Belo Horizonte, após uma cerimônia reservada conduzida pelo arcebispo metropolitano da capital mineira, d. Walmor Oliveira de Azevedo. O primeiro da fila pública a entrar no saguão do palácio foi o cozinheiro Alexandre Aparecido Carlos, de 26 anos, de Contagem, na região central de Minas, que chegou às 6h30 para dar o último adeus a Alencar.

DAIENE CARDOSO, ENVIADA ESPECIAL, Agência Estado

31 de março de 2011 | 11h28

Carlos contou que sua mãe sofre de câncer no reto e se submete a sessões de quimioterapia. Para ele, o ex-vice-presidente é um exemplo que a mãe deve seguir. "Eu sempre falo para a minha mãe seguir o exemplo dele, porque ele lutou muito. Falo para ela não deixar de perseverar", afirmou.

O corpo de Alencar chegou às 10h30 ao palácio. Na chegada do cortejo fúnebre, o corpo foi recebido com honras militares e aplaudido pelo público presente na praça e por amigos e parentes que o aguardavam na entrada principal da antiga sede do governo do Estado. A presidente Dilma Rousseff deverá permanecer por uma hora no Palácio da Liberdade, acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.