Visita de Dilma causa engarrafamento em São Gonçalo (RJ)

Trecho de avenida da cidade carioca foi bloqueado para passagem da presidente e lentidão fez usuários de transporte público abandonar ônibus para seguir trajeto a pé

Luciana Nunes Leal - O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2013 | 11h00

RIO - A visita da presidente Dilma Rousseff a São Gonçalo, na região metropolitana, parou o trânsito no centro da cidade na manhã desta quarta-feira, 11. Um trecho de cerca de 500 metros da Avenida Feliciano Sodré, próximo ao clube onde Dilma anunciará investimentos na linha 3 do metrô, foi bloqueado pela Polícia Militar. Com o engarrafamento, muita gente está saltando dos ônibus e seguindo a pé.

 

Na entrada do clube também é longa a fila de pessoas que esperam para passar no detector de metais para ter acesso ao ginásio. Ao lado do governador Sérgio Cabral e do vice Luiz Fernando Pezão, provável candidato ao governo em 2014, Dilma vai anunciar investimento de cerca de R$ 1,8 bilhão em recursos federais no metrô entre os municípios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. O Estado deverá investir cerca de R$ 900 milhões.

 

O governador havia pedido que o valor total ficasse a cargo da União, mas, na semana passada, disse que conseguiu dois terços dos R$ 2,7 bilhões da obra. Os valores finais serão anunciados na solenidade prevista, para as 11 horas.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Dilmametrô RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.