Visita de Dilma a Alencar dura cerca de 30 minutos

A visita da presidente Dilma Rousseff ao ex-vice-presidente José Alencar, internado desde ontem na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, durou aproximadamente 30 minutos. Dilma deixou a unidade médica às 12h35, acompanhada pelo ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 13h31

De acordo com o cardiologista Roberto Kalil Filho, que faz parte da equipe que trata o ex-vice-presidente, Alencar está bem-humorado e falante. "Ele está estável e conversou com a presidente por mais de 30 minutos", contou. O médico evitou dar detalhes sobre o quadro geral de saúde do paciente.

A assessoria da Presidência da República informou que Dilma conversou com o ex-vice-presidente sobre amenidades e, após a visita, falou com os médicos sobre o estado de saúde de Alencar. A conversa foi acompanhada pela esposa do ex-vice-presidente, Mariza Gomes da Silva.

Minutos antes da chegada da presidente ao Sírio-Libanês, o presidente da Coteminas, Josué Gomes da Silva, filho caçula de Alencar, demonstrou otimismo sobre a recuperação de seu pai. "Cheguei de manhã e ele já estava conversando", afirmou.

O hospital não divulgou um boletim oficial sobre os procedimentos aos quais Alencar foi submetido hoje e detalhes sobre o seu estado de saúde.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdeinternaçãoAlencarvisitaDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.