Virgílio vê articulação para desestabilizar FHC

O líder do governo no Congresso, deputado Arthur Virgílio (PSDB-AM), denunciou a existência de uma articulação de extrema direita, na "tentativa nítida de desestabilizar o País". Ele, no entanto, não quis citar nomes além do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), que está fazendo sucessivas denúncias contra o governo e o próprio presidente Fernando Henrique Cardoso, para impedir que o País consiga alcançar as metas econômicas traçadas pelo governo. Isto porque, conforme o líder governista, se tudo der certo, o presidente fará seu sucessor. Virgílio disse que ACM está sem horizonte político, razão por que está fazendo as denúncias. Ao mesmo tempo, o líder fez um apelo ao PT, para que não faça uma aliança com o senador baiano, que ele considera "espúria", para combater o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.