Virgílio vai pedir anulação de sessão sobre a CPMF

O líder do PSDB no Senado, senador Arthur Virgílio (AM), questionou hoje o presidente do Senado, senador Tião Viana (PT-AC), por ter realizado sessão do plenário com a presença de menos de 41 dos 81 senadores. A sessão contou prazo para a tramitação da emenda que prorroga a vigência da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), mas Virgílio disse que vai pedir sua anulação. A votação da emenda em primeiro turno pelo plenário está prevista para o dia 6 de dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.