Virgílio: representação contra Azeredo é 'tolice enorme'

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), classificou hoje de "tolice enorme" a representação que o PSOL impetrou ontem na Mesa Diretora da Casa contra o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG). O partido pede a cassação do senador tucano por conta das denúncias de envolvimento no esquema conhecido por ''mensalão mineiro'', investigadas pela Polícia Federal. Virgílio, que esteve reunido hoje em São Paulo com governadores e dirigentes de seu partido, disse que a atitude do PSOL pode até dar uma ajuda para o senador Renan Calheiros (PMDB-AL). O peemedebista também foi alvo de mais uma representação da legenda.Na avaliação de Virgílio, a representação do PSOL não foi feita "com muita convicção". "Eu li. É uma peça pífia e eu entendo que, de certa forma, deram uma ajudinha para o senador Renan Calheiros, pois acabaram misturando alhos com bugalhos." Para o líder dos tucanos no Senado, é necessário esperar que a Mesa Diretora da Casa "faça justiça e reconheça que não existe acusação concreta contra o senador Azeredo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.