Virgílio reiterará convite para Vasconcelos presidir CPI

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio Neto (AM) disse há pouco que vai reiterar o convite ao senador Jarbas Vasconcelos (PE), que é do PMDB, para presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista dos cartões corporativos. Jarbas é dissidente no PMDB e não-alinhado com o Palácio do Planalto. Virgílio informou que daqui a pouco vai se reunir com a bancada do partido para comunicar o convite a Jarbas. Caso o peemedebista não aceite, Virgílio escolherá entre os senadores tucanos quem vai presidir a CPI.Para Virgílio, o bom senso prevaleceu no governo, ao permitir ao PSDB a presidência da CPI. "Fizeram o reconhecimento de uma lógica e com isso se evitam duas CPIs sobre o mesmo assunto e que se deteriorem as relações entre governo e oposição no Senado", disse o líder tucano. Ontem, Virgílio e o líder do PMDB no Senado, Waldir Raupp (RO), chegaram a bater boca em reunião porque o peemedebista ficou irritado com a proposta de Virgílio de indicar Jarbas Vasconcelos para a presidência da CPI mista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.