Virgílio pedirá que MPF e TCU investiguem Fundação

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), anunciou esta noite, em plenário, que amanhã entrará com representação no Ministério Público Federal (MPF) e no Tribunal de Contas da União (TCU) pedindo investigação da aplicação dos recursos da Petrobras na Fundação José Sarney. Virgílio considerou graves as revelações feitas na edição de hoje do jornal O Estado de S. Paulo de que pelo menos R$ 500 mil dos R$ 1,3 milhão repassados pela Petrobras à Fundação José Sarney foram desviados para contas de empresas com endereços fictícios e empresas da família Sarney.

DENISE MADUEÑO, Agencia Estado

09 de julho de 2009 | 18h30

O líder disse que vai encaminhar também uma denúncia ao Conselho de Ética contra Sarney sobre as irregularidades no repasse de verbas para a Fundação José Sarney. Afirmou ainda que quase diariamente o presidente Sarney tem que ficar se explicando com notinhas. "Vai se criando um clima de ingovernabilidade na Casa", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.