Virgílio diz que FHC autorizou abertura de seus gastos

O líder do PSDB no Senado, Artur Virgílio (AM), afirmou que lerá hoje no plenário carta do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso autorizando a abertura das contas do cartão corporativo dele e de sua mulher, Ruth Cardoso, e das chamadas contas B de sua gestão. A carta é uma resposta a pedido feito por Virgílio ao ex-presidente, também por escrito.A expectativa do PSDB é de que amanhã, na reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Cartões Corporativos, sejam votados requerimentos de abertura de sigilo não só de Fernando Henrique e Ruth Cardoso como também do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da primeira-dama Marisa Letícia. "Não acredito que o PT vá dizer não a um pedido de Fernando Henrique", concluiu o líder do PSDB no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.