Virgílio diz que CSS não passa no Senado Federal

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse que o governo "pode tirar o cavalo da chuva" porque a Contribuição Social para a Saúde (CSS) não passa na Casa. O senador, que participa do Congresso da Indústria, realizado hoje na capital paulista, destacou: "Nós não vamos deixar passar a CSS no Senado, ela é inconstitucional, não passa pelo Supremo e o governo não precisa desses recursos".Artur Virgílio, que arrancou muitos aplausos da platéia, formada por mais de 3 mil empresários, disse também que toda a bancada do PSDB e de outros partidos da oposição, além de uma parte substantiva de senadores da própria base governista, também irão votar contra essa nova contribuição. "O Senado já disse ''não'' ao aumento da carga tributária, derrubando a CPMF, e eu asseguro que seja no número (de votos), ou na Justiça, a CSS não vai passar", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.