Virgílio deve entregar relatoria de CPI das ONGs hoje

Os tucanos devem entregar hoje para a base aliada o cargo de relator da CPI das ONGs. A retomada do posto foi a condição imposta pelos governistas para instalar a CPI da Petrobras. Uma reunião dos senadores do PSDB programada para hoje vai decidir o impasse. O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio Neto (AM), confidenciou a colegas que está disposto a abrir mão do cargo de relator. Os tucanos querem, no entanto, uma contrapartida. "Não é simples assim abrir mão da relatoria", disse o líder.

AE, Agencia Estado

16 de junho de 2009 | 08h57

Uma das reivindicações da oposição deverá ser em torno de um novo nome para o posto. Os oposicionistas não aceitam que o senador Inácio Arruda (PC do B-CE) volte para a relatoria. Arruda deixou a vaga na CPI das ONGs para ingressar na comissão da Petrobras - o regimento interno do Senado impede que o parlamentar seja titular de duas comissões ao mesmo tempo. A oposição aproveitou a saída de Arruda para colocar em seu lugar o senador tucano. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.