Virgílio desafia ACM a apresentar provas

O líder do governo no Congresso, deputado Arthur Virgílio (PSDB-AM), disse que, para haver uma CPI sobre corrupção no governo, é necessário que o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) apresente provas das denúncias que tem feito. "Se ele tem denúncias, que apresente provas, só a palavra não basta para incriminar", afirmou o deputado. Ele negou veracidade ao relato do senador baiano de que teria ouvido do presidente Fernando Henrique Cardoso a afirmação de que era necessário demitir o ex-diretor do Banco do Brasil, Ricardo Sérgio, por conta de um suposto envolvimento dele em irregularidades na privatização da Telebrás.Segundo Magalhães, Ricardo Sérgio teria recebido propina de R$ 90 milhões do empresário Carlos Jereissatti para montar um consórcio que participaria da privatização da Telebrás. Carlos Jereissatti, segundo Arthur Virgílio, "não é um bom pagador".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.