Virgílio denuncia suposto envio de armas à Venezuela

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), denunciou hoje no plenário um suposto envio de 31 toneladas de armamentos brasileiros para a Venezuela. Segundo o parlamentar, as armas seriam transportadas em vôos da TAM. A informação foi divulgada pela Agência Brasil. De acordo com a Agência, Arthur Virgílio informou que um desses vôos já poderia ter seguido do Brasil para a Venezuela com um carregamento de 1,5 tonelada de armas. O senador declarou ter recebido as informações da entidade internacional World Check, especializada em acompanhar conflitos mundiais.Segundo o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), a denúncia foi desmentida em nome do governo pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim. A Agência Brasil informou ainda que o presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), entregou à Mesa da Casa um requerimento pedindo a convocação do ministro Nelson Jobim para que preste esclarecimento oficial sobre a denúncia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.