Virgílio apresenta relatório que pede a cassação de Renan

Líder do PSDB é relator na CCJ do caso dos 'laranjas'; comissão vai votar seu parecer nesta quarta-feira

ROSA COSTA, Agencia Estado

28 de novembro de 2007 | 11h06

O senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) lê nesta manhã, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, seu relatório favorável à admissibilidade do pedido de cassação do mandato de Renan Calheiros, acusado de quebra do decoro parlamentar. O pedido foi aprovado pelo Conselho de Ética. Segundo Virgílio, o processo no Conselho de Ética atendeu aos aspectos legais e jurídicos previstos na Constituição.O relator rememorou todo o processo, lembrando que Calheiros é acusado, no caso em análise, de ter comprado com recursos de origem suspeita - não declarados à Receita Federal - duas emissoras de rádio e um jornal diário em Alagoas, e registrado as empresas em nome de "laranjas" (falsos proprietários). Virgílio observou também que a transação, feita por Calheiros em sociedade com o empresário alagoano João Lyra, foi paga em espécie - parte em dólar, parte em real. Lembrou também que um dos intermediários da operação trabalha no gabinete de Calheiros, que está licenciado do cargo de presidente do Senado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.