Violentos ataques marcam último debate no TO

Os únicos dois candidatos ao governo do Tocantins, o governador Carlos Gaguim (PMDB), candidato à reeleição, e Siqueira Campos (PSDB), utilizaram o último debate da campanha para fazer violentos ataques um ao outro.

JOÃO DOMINGOS, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 00h17

Já no primeiro tema sorteado para o debate - governabilidade - Siqueira acusou Gaguim e seus aliados de corrupção e desvio do dinheiro do povo. "É só isso que se ouve falar em Tocantins nos últimos anos", disse Siqueira. Gaguim recorreu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu aliado, e respondeu: "Não é verdade. Tem que falar como o presidente Lula, que chamou todo mundo. Governar é atuar junto com os negros, os sindicatos rurais, a sociedade, a Assembleia."

Siqueira retrucou: "Governabilidade é sobretudo transparência, honestidade, dever de todos nós. É pensar no povo, no seu sofrimento incrível." Gaguim contra-atacou: "Ele não sabe o que é governabilidade. Nós somos transparentes, as contas estão abertas. No governo dele nunca teve transparência. Você (Siqueira Campos) é que liberava o que queria e quando queria. Deixava todo mundo de pires na mão para pedir bênção ao rei."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.