Violação ocorreu após entrevista ao ''Estado'' em 2006

A violação ao sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa ocorreu em 2006, depois que o caseiro revelou ao Estado, em entrevista exclusiva, que o então ministro da Fazenda Antonio Palocci frequentava reuniões com lobistas numa casa em Brasília. Em depoimento na CPI dos Bingos, o caseiro disse que o então ministro era chamado no local de "chefe". Com a repercussão da quebra do sigilo, Palocci deixou o ministério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.