Vilela se afasta do governo para se dedicar à campanha

O governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), decidiu se licenciar do governo do Estado para se dedicar exclusivamente à campanha eleitoral. Candidato à reeleição, Vilela afastou-se hoje das funções de governador. O termo de transmissão do exercício do cargo para o vice-governador, José Wanderley Neto (PMDB), foi publicado hoje no Diário Oficial do Estado. A licença teve início no sábado.

RICARDO RODRIGUES, Agência Estado

30 de agosto de 2010 | 19h41

Em despacho, Vilela alega razões de conveniência administrativa para a licença e não informa quantos dias deverá ficar afastado. De acordo com o secretário estadual do Gabinete Civil, Álvaro Machado, ele deverá retornar ao cargo no dia 7 de setembro, quando participa das atividades alusivas ao Dia da Independência do Brasil.

Durante o período de licença, Vilela pretende intensificar a campanha na capital e no interior de Alagoas. O objetivo é dar um volume maior à campanha, na tentativa de aumentar os porcentuais das intenções de voto. Na última pesquisa realizada pelo Ibope, encomendada pela TV Gazeta, o tucano aparece em terceiro lugar com 24% da preferência do eleitorado. A disputa pelo governo é liderada por Ronaldo Lessa (PDT) com 29%, seguido de Fernando Collor (PTB) com 28%.

Funcionalismo

Como a corrida pelo governo de Alagoas está tecnicamente empatada, de acordo com a última sondagem do Ibope, os marqueteiros de Vilela apostam numa reação do tucano. Para isso, vão investir mais nas mensagens voltadas aos servidores públicos.

O primeiro passo nessa direção foi a antecipação do pagamento do funcionalismo, que vinha sendo realizado entre os dias 10 e 12 do mês subsequente. Este mês, o governo antecipou o pagamento da folha, que começou a ser paga hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.