Vice-presidente deixa tratamento experimental

Exames realizados ontem pelo vice-presidente José Alencar no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, constataram que aumentou o tumor na sua região abdominal. Os exames feitos na semana passada, e que se repetem semanalmente, haviam demonstrando estabilidade no crescimento do tumor, o que animou médicos e o paciente. De acordo com o seu chefe de gabinete, Adriano Silva, Alencar vai abandonar o tratamento experimental a que tem se submetido em Houston (EUA).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.