Agência Senado
Agência Senado

Vice-líderes do governo no Senado anunciam voto pró-impeachment

Em manifestações no plenário Hélio José (PMDB-DF) e Wellington Fagundes (PR-MT) anteciparam seus posicionamentos

Ricardo Brito, O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2016 | 17h50

BRASÍLIA - Dois dos quatro vice-líderes do governo no Senado, Hélio José (PMDB-DF) e Wellington Fagundes (PR-MT), anunciaram nesta sexta-feira, 22, que vão votar a favor do afastamento da presidente Dilma Rousseff. Em manifestações feitas no plenário da Casa, os dois - que são integrantes da comissão especial que analisará o caso e constavam como indecisos no Placar do Impeachment, publicado pelo Estado - passaram a defender o voto contra a permanência da petista.

Com essas novas manifestações, dos 42 participantes da comissão entre titulares e suplentes, 27 já se declararam favoráveis, dez contrários, um indeciso, três não quiseram responder e há ainda um voto em aberto - o senador José Maranhão (PMDB-PB) deixou a comissão e a quinta indicação do PMDB para a comissão está vaga (veja lista abaixo).

“Eu já antecipo a questão da admissibilidade, porque, para mim, é inequívoco o Senado admitir uma questão que veio da instituição Câmara”, disse Hélio José em pronunciamento no Senado. Ele é suplente da comissão a ser eleita na segunda-feira e que começará os trabalhos no dia seguinte.

Segundo o peemedebista, o seu compromisso é com a população do Distrito Federal, com a dona de casa, com as pessoas que precisam de um País estabilizado e que volte a crescer a e gerar empregos. “O meu compromisso não é com pessoas”, ressaltou, ao defender que a admissibilidade deveria ser admitida “de forma consensual” para se depois fazer o julgamento.

Wellington Fagundes, por sua vez, disse que votará a favor do afastamento porque o País está “politicamente” maduro para isso. Titular da comissão especial, ele destacou que o voto não pode ser apenas técnico e que a manifestação dos senadores é uma retribuição do eleitorado.

“Agora cabe a nós votar; já foi votado na Câmara dos Deputados pela maioria. Aí chega o momento político. Isso eu disse à presidente da República (Dilma Rousseff) há 60 dias. Esta semana, eu tive a oportunidade de mais uma audiência, em que fui discutir vários aspectos de interesse do meu Estado que vou abordar daqui a pouco. Ela me perguntou: 'E aí, Senador Wellington, como está hoje a posição do Senado?' Eu não hesitei em dizer para a Presidente da República: 'Presidente, hoje o clima no Senado é pela admissibilidade, porque todos nós aqui somos políticos e temos que ouvir a população, temos que ouvir as vozes das ruas'”, avaliou. 

Comissão Especial do Impeachment no Senado

Presidente: Raimundo Lira (PMDB-PB) - indeciso

Relator: Antonio Anastasia (PSDB-MG) - a favor

Bloco da Maioria (PMDB)

Rose de Freitas (PMDB-ES) - a favor

Simone Tebet (PMDB-MS) - a favor

Waldemir Moka (PMDB-MS) - a favor

Dário Berger (PMDB-SC) - a favor

Raimundo Lira (PMDB-PB) - indeciso

 

Suplentes

Marta Suplicy (PMDB-SP) - a favor

Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) - a favor

João Alberto (PMDB-MA) - contra

Hélio José (PMDB-DF) - a favor

Vaga em aberto - sem manifestação

 

Oposição (PSDB-DEM-PV)

Antonio Anastasia (PSDB-MG) - a favor

Aloysio Nunes (PSDB-SP) - a favor

Cassio Cunha Lima (PSDB-PB) - a favor

Ronaldo Caiado (DEM-GO) - a favor

 

Suplentes

Tasso Jereissati (PSDB-CE) - a favor

Ricardo Ferraço (PSDB-ES) - a favor

Paulo Bauer (PSDB-SC) - a favor

Davi Alcolumbre (DEM-AP) - a favor

 

Apoio ao Governo (PT-PDT)

Lindbergh Farias (PT-RJ) - contra

Gleisi Hoffmann (PT-R) - contra

José Pimentel (PT-CE) - contra

Telmário Mota (PDT-RR) - contra

 

Suplentes

Humberto Costa (PT-PE) - contra

Fátima Bezerra (PT-RN) - contra

Acir Gurgacz - (PDT-RO) - não quis responder

João Capiberibe (PSB-AP) - contra (vaga cedida)

 

Socialismo e Democracia (PSB, PPS, PCdoB e Rede)

Romário (PSB-RJ) - a favor

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) - a favor

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) - contra

 

Suplentes

Roberto Rocha (PSB-MA) - não quis responder

Randolfe Rodrigues (Rede-AP) - contra

Cristovam Buarque (PPS-DF) - a favor

 

Bloco Moderador (PR, PTB, PSC, PRB e PTC)

Wellington Fagundes (PR-MT) - a favor

Zeze Perrella (PTB-MG) - a favor

 

Suplentes

Eduardo Amorim (PSC-SE) - a favor

Magno Malta (PR-ES) - a favor

 

Democracia Progressista (PP-PSD)

Ana Amélia (PP-RS) - a favor

José Medeiros (PSD-MT) - a favor

Gladson Cameli (PP-AC) - a favor

 

Suplentes

Otto Alencar (PSD-BA) - não quis responder

Sérgio Petecão (PSD-AC) - a favor

Wilder Moraes (PP-GO) - a favor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.