Vice-líder tucano critica pressa do governo em votar parecer

O vice-líder do PSDB na Câmara, Antônio Carlos Pannunzio (PSDB-SP) criticou hoje a intenção do governo de votar, já na semana que vem, o relatório do deputado José Pimentel (PT-CE) sobre a reforma da Previdência. Pannunzio lembrou que hoje a base aliada não conseguiu quórum para a sessão na Câmara e, com isso o prazo, do pedido de vistas ao parecer, apresentado ontem, ganha mais um dia. O vice-líder argumentou ainda que é preciso dar tempo para que todos os parlamentares da Câmara tenham condições de avaliar o texto apresentado ontem. O PSDB já acionou a sua assessoria técnica, mas somente na terça-feira a coordenação da bancada tucana vai se reunir para fazer uma avaliação dos efeitos das medidas adotadas pelo relator. Pannunzio sustenta que não há necessidade de acelerar a reforma se o preço for a sua votação no afogadilho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.