Vice-líder do PFL aprova demissão de ministros

O vice-líder do PFL na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM), considerou acertada a atitude do presidente Fernando Henrique Cardoso de demitir os ministros da Previdência, Waldeck Ornélas, e de Minas e Energia, Rodolpho Tourinho, ambos ligados ao ex-presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA). No entender de Avelino, o presidente não tinha alternativa que não a de demiti-los. O vice-líder assegurou, no entanto, que o PFL não se sente retaliado com essa atitude, mesmo porque, segundo acredita, as novas nomeações certamente caberão novamente ao PFL. Ele disse também que Fernando Henrique sabe discernir que o PFL continua na base governista, mas observou que o senador Antonio Carlos Magalhães (BA) está isolado neste momento, até mesmo dentro de seu próprio partido. Pauderney Avelino não quis aventar nomes para os possíveis sucessores de Ornélas e Tourinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.