Epítácio Pessoa/AE
Epítácio Pessoa/AE

Vice de Serra entra na campanha e reforça embate com PT na educação

Alexandre Schneider foi secretário municipal nessa área na gestão de Gilberto Kassab (PSD)

Bruno Boghossian, do estadão.com.br

02 de julho de 2012 | 17h23

O candidato a vice-prefeito na chapa de José Serra (PSDB), Alexandre Schneider (PSD), entrou em campanha nesta segunda-feira, 2, para reforçar o embate com o PT no âmbito educação. Schneider, que foi secretário municipal da área na gestão de Gilberto Kassab (PSD), criticou programas desenvolvidos pelo Ministério da Educação quando a pasta estava sob o comando de Fernando Haddad (PT) - adversário de Serra na eleição deste ano.

Schneider afirmou que o governo federal falhou em sua tentativa de ampliar o acesso a creches no País e que não destinou recursos a São Paulo nesse setor. Já o PT alega que a Secretaria Municipal de Educação, então liderada por Schneider, não desenvolveu projetos que pudessem receber os investimentos federais. O candidato a vice de Serra respondeu que a afirmação é "mentirosa".

"Fui pessoalmente ao Ministério da Educação (para apresentar projetos). Alguma coisa está errada nesse programa, mas não dá para culpar os municípios", rebateu Schneider. Ele também disse que pretende comparar as gestões de Serra e Kassab (2005-2012) com o período em que Marta Suplicy (PT) foi prefeita (2001-2004). "Em 2005, quando nós chegamos, a rede (de ensino municipal) era um caos. A educação que nós recebemos tinha 75 mil crianças em escolas de lata e profissionais em greve por falta de pagamento", afirmou.

Ao enumerar as realizações de sua gestão na área, Schneider fez um discurso dirigido parcialmente aos professores e disse que espera agregar os "educadores" à campanha.

Serra negou que a escolha de Schneider, que foi indicado por Kassab para a vaga, tenha dividido o PSDB. Tucanos criticaram a nomeação, pois queriam evitar que o atual prefeito ganhasse poder na chapa. Também há resistências a Schneider, que era filiado ao PSDB e trocou o partido pelo PSD de Kassab no ano passado.

Serra também tentou apresentar seu vice sob o aspecto do "novo", mote da campanha petista com Haddad. "O Alexandre Schneider representa a renovação na política. Ao mesmo tempo, tem muita experiencia: já trabalhou na área da segurança, de transportes, e, sobretudo, foi um grande secretário de Educação de São Paulo", disse o tucano.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012psdb-spJosé Serra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.