Vice de Roriz diz que esposa herdaria mais votos

O candidato a vice-governador do Distrito Federal (DF) na chapa que era encabeçada por Joaquim Roriz (PSC), deputado Jofran Frejat, disse hoje, ao deixar a casa da família do ex-governador, que chegou a ser convidado para encabeçar a chapa com a desistência do candidato. Ele disse que não aceitou porque a avaliação a campanha é de que a esposa de Roriz, Weslian Roriz, teria mais chances de herdar os votos do marido e vencer as eleições no próximo dia 3 de outubro.

CAROL PIRES, Agência Estado

24 de setembro de 2010 | 16h39

"São pessoas que estão há 50 anos juntos, casados, e ela sempre atuou nos bastidores", disse Frejat. Questionado sobre a falta de experiência política e administrativa da ex-primeira-dama, Frejat falou que Weslian tem experiência com projetos sociais, citando ações de "treinamento de cães para cegos" e "distribuição de cobertores para pessoas carentes na época do frio". "Eu não diria que ela é inexperiente: Roriz faz política há 50 anos e ela está ao lado dele há 50 anos, então, não pode ser inexperiente".

Frejat disse que a indefinição do Supremo Tribunal Federal (STF), que na madrugada de hoje concluiu o julgamento sobre a validade da Lei da Ficha Limpa com um resultado empatado, portanto, sem decisão sobre o tema, deixou Roriz sem opção. "Qual seria a outra opção? Desistir e não ser candidato, abandonar o barco? Ou ir para a eleição sangrando o tempo todo com a oposição colocando que ele não será candidato?", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.