DIDA SAMPAIO/ESTADAO
DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Vice da Bahia diz que uso de palavrões foi 'indignação e surpresa'

Após a repercussão negativa de sua reação à inclusão de seu nome na lista de investigados da Operação Lava, o vice-governador da Bahia, João Leão (PP), afirma que o uso de palavrões ocorreu por "indignação e surpresa" em meio ao que chamou de "tamanha crueldade" o fato de ter um inquérito contra ele autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

NIVALDO SOUZA, Estadão Conteúdo

08 de março de 2015 | 14h50

Ele foi incluído como beneficiário do esquema de corrupção da Petrobras por meio de repasse realizado pela empreiteira OAS, em 2010. Ao tomar conhecimento da acusação, Leão disse em nota que estava "cagando e andando" para a investigação. Agora, ele credita sua fala à emoção do momento e nega que tenha tido a intenção de ofender a Justiça. "Peço desculpas à sociedade", registra.

Tudo o que sabemos sobre:
Lava JatolistaJanotJoão Leão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.