Via Campesina organiza encontro em Porto Alegre

Cerca de 300 agricultores de entidades que formam a Via Campesina estarão reunidos em PortoAlegre (RS) entre os dias 21 e 23 de janeiro na capital gaúcha, antes da terceira ediçãodo Fórum Social Mundial (FSM). Eles vão debater reforma agrária e soberania alimentar, entre outros temas, durante a Assembléia Mundial Camponesa.Várias organizações que fazem parte da Via Campesina estarão representadas, entreelas a Confederação Camponesa, do líder francês José Bové, que concentrou as atenções do FSM em 2001 ao participar de um protesto contra transgênicos na estação experimental da Monsanto em Não-Me-Toque (RS), quando foram destruídos quase dois hectares de soja.A presença de Bové não foi confirmada oficialmente, mas é considerada provável pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), um dos integrantes da Via Campesina.No dia 26, a Via Campesina lançará uma campanha em defesa das sementes e da biodiversidade, em ato no assentamento 30 de Março, em Charqueadas, a 52 quilômetros de Porto Alegre. O ato deve ser acompanhado pelo lingüista orte-americano Noam Chomsky.Em Porto Alegre, a infra-estrutura para receber os participantes do Fórum Social Mundial, contará com postos de informação no Aeroporto Salgado Filho e na estação rodoviária. Uma linha especial de transporte irá circular entre os dias 19 e 29, ligando dois locais de conferências.Para facilitar o deslocamento, uma sinalização especial indicará os principais pontos de atividades do FSM. A preparação mobilizou também os taxistas: 441 motoristas fizeram cursos básicos de turismo e inglês.Na próxima segunda-feira, o governador do Estado, Germano Rigotto (PMDB), vai formalizar oapoio de R$ 1,8 milhão para o evento. Rigotto tem defendido a permanência do fórum em Porto Alegre, mas organizações não-governamentais da Índia estão mobilizadas desde o ano passado para realizar o encontro no país em 2004. A cidade de Hyderabad, no centro-sul da Índia, realizou o Fórum Social Asiático este ano.O FSM espera reunir cem mil participantes entre os dias 23 e 28, mas eventos paralelos a ele começam a movimentar Porto Alegre já a partir deste final de semana. O Fórum Mundial de Educação será realizado entre os dias 19 e 22, com a presença do ministro Cristovam Buarque.O Fórum de Autoridades Locais pela Inclusão Social (FAL), entre os dias 21 e 22, terá entre seus conferencistas o ex-presidente de Portugal edeputado do Parlamento Europeu, Mário Soares, o sociólogo Boaventura de Sousa Santos e o coordenador do Programa de Gestão Urbana da Organização das Nações Unidas (ONU), Yves Cabannes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.