Veto de Yeda contra reajuste para servidores é mantido

A Assembléia do Rio Grande do Sul manteve na terça-feira, 6, o veto da governadora Yeda Crusius (PSDB) ao aumento de 6,09% para os servidores do Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado.Quando o resultado da primeira votação barrou, por 35 votos a 14, o reajuste ao Tribunal de Justiça, houve início de tumulto nas galerias. Em seguida, foi confirmado o veto também para o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado.Após o fim das votações, o líder do governo na Assembléia, Adilson Troca (PSDB), disse que os deputados compreenderam que o Estado não tem recursos para conceder o aumento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.