Versões sobre pedido de violação são conflitantes

Os depoimentos no Conselho de Ética do Senado dos senadores Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (Sem Partido - DF) trazem duas versões diferentes sobre a origem do pedido à ex-diretora do Prodasen, Regina Célia Borges, para que ela conseguisse a lista da votação que cassou o ex-senador Luiz Estevão.26 de abril, 16h34 - ACM afirma que não ordenou violação de painel27 de abril, 10h16 - Arruda reafirma que foi autorizado por ACM

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.