Vereadores do Recife teriam desviado verba

O Tribunal de Contas de Pernambuco identificou irregularidades nas prestações de contas relativas à verba de gabinete de 2006 e 2007 de 25 vereadores e um ex-vereador do Recife. Notas frias e empresas fantasmas foram usadas pelos gabinetes para prestar contas de suas despesas. O montante de dinheiro usado indevidamente soma perto de R$ 900 mil. A Câmara extinguiu a verba e fará licitações para suprir os gabinetes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.