Vereador que ofendeu deputada tem cassação suspensa

Uma liminar da Justiça suspendeu hoje a cassação do mandato do vereador Guilherme Gazzola (PPS), de Itu, acusado de ofender, pela internet, a honra da deputada estadual Rita Passos (PV), mulher do prefeito da cidade, Herculano Passos Júnior (PV).

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

27 Outubro 2009 | 19h37

Em seu site na rede, o vereador colocou a foto de uma cabra com a legenda "saudosa deputada cabrita", num trocadilho com o nome da parlamentar que ela considerou ofensivo. Gazzola faz oposição ao prefeito, que tem maioria folgada na Câmara.

Os vereadores iniciaram processo de cassação por quebra de decoro, mas o juiz da 3ª Vara Cível, Fernando França Viana, entendeu que o processo foi aberto de forma irregular. A Câmara tentará cassar a liminar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.