Vereador petista é assassinado em Tabapuã-SP

O vereador de Tabapuã Celso Donizeti Pereira (PT) foi morto com um tiro no peito enquanto trabalhava no escritório de sua transportadora, na noite de ontem. A polícia da cidade, a 409 quilômetros de São Paulo, não tem pistas dos assassinos. Funcionários disseram que ouviram somente os gritos e que encontraram Pereira ferido. Levaram-no à Santa Casa da cidade, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo o delegado de Tabapuã, Marcelo Pupo de Paula, a polícia suspeita que o crime tenha sido cometido com o uso de uma arma com silenciador, pois ninguém escutou o tiro. O homicídio poderia estar ligado a roubos de carro, moto e casas ocorridos na cidade nos últimos dias. O vereador, que já esteve preso por nove meses por fazer ameaças, inclusive contra policiais, foi enterrado hoje após ser velado no prédio da Câmara Municipal de Tabapuã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.